Google+ Followers

terça-feira, abril 28, 2009

Balanço geral da Operação Tiradentes

Irati – Em comparação ao ano passado, o número de acidentes nas estradas baixou de 10 para cinco esse ano. Ocorreu apenas uma vítima fatal, dois feridos, 93 autos de infrações, com um total de 300 veículos fiscalizados.
O acidente com a vítima fatal, ocorreu na PR 160 trecho entre a BR 277 e Prudentópolis na madrugada de domingo, rodovia esta de pouco movimento, principalmente no horário do ocorrido. Que infelizmente apesar do óbito, fato este isolado, houve redução no número de acidentes (50%), redução no número de feridos (em torno de 70%) se comparados com o ano anterior, haja vista, o maior número de veículos que trafegaram este ano por nossas vias.
A Polícia Rodoviária Estadual de Irati, desenvolveu operações de cunho preventivo/ostensivo em pontos críticos, principalmente na BR 277 em dias de maior movimentação, por se tratar do principal caminho que liga a Capital com o interior do Estado, rodovia esta de intenso tráfego. Também foram realizados trabalhos nas rodovias secundárias de nossa região; que apesar dos nossos esforços, não conseguimos evitar os acidentes com vítimas, principalmente fatais, mas que este fato totalmente isolado às ações policiais, mas que é determinado pelas leis que regem o próprio universo, e que fogem ao controle dos seres humanos, comumente chamada de fatalidade, haja vista, ainda não termos o resultados das perícias técnicas e exumação do cadáver.
Observou-se ainda, nos detalhes das estatísticas dos acidentes ocorridos no feriado, que a presença da Polícia Rodoviária Estadual de Irati, surtiu efeito, teve o mínimo esperado, apenas um acidente ocorreu na BR 277, três na PRT 153, e um na PR 160, sendo que destes acidentes, quatro ocorreram em curvas e um em uma reta, e que apenas um foi com gravidade. Destacou-se também os horários que ocorreram: dois no período vespertino (entre as 14h40 e 16h45), e três deles na madrugada (entre 02h20 às 04h30). As grandes maiorias das multas aplicadas, foram por ultrapassagens em locais proibidos (em torno de 80%), e uma parcela pelo não uso do cinto de segurança, principalmente na rodovia PRT 153, trecho que liga Irati ao Riozinho.
Texto: Sgt. Ribeiro- Cmte. do Posto Rodoviário de Irati

Nenhum comentário:

Postar um comentário